Madalena Schwartz | Dzi Croquettes
Dzi Croquettes

Madalena Schwartz

Acervo Instituto Moreira Salles
São Paulo, SP, década 1970

Crisálidas traz ao público fotografias de artistas, travestis, transformistas e personagens do teatro underground paulistano. São imagens feitas por Madalena Schwartz durante a década de 1970, período ao mesmo tempo repressivo – em decorrência do regime militar – e transgressor – graças à efervescência de temas ligados à liberdade sexual que começavam a ter relevância e visibilidade. (IMS)

Sobre a autora

Madalena Schwartz
(Budapeste, Hungria, 1923 - São Paulo, SP, 1993)

Nascida na Hungria em 1921 e radicada em São Paulo, a fotógrafa Madalena Schwartz, chamada pelo pesquisador Pedro Karp Vasquez de “grande dama do retrato em nosso país”, teve sua obra adquirida pelo IMS em julho de 1998. Compõe-se de 16 mil negativos em preto e branco e 450 cromos que podem ser divididos em três grandes núcleos temáticos: “Personalidades”, “Povo do Norte e Nordeste” e “Travestis e transformistas”. IMS

Skip to content