Hélia Scheppa | Sem título
Sem título

Hélia Scheppa

Rio Capibaribe, PE, 2020

A primeira imagem, onde tem as garças, foi feita da margem do Rio Capibaribe e a outra fotografia fiz meses depois de um dos integrantes de grupo de dança popular do Recife. A ideia de juntar essas duas fotos me chamou atenção pela plasticidade de ambas. As garças, o corte da água com a terra completam o desenho no rosto do dançarino. Subjetivamente me traz o sentido das raízes do elemento humano e da natureza da nossa terra.

Sobre a autora

Hélia Scheppa
(Recife, PE, 1976)

Jornalista recifense, graduada na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), nasceu em 1976 e exerce a profissão de fotógrafa desde 1998. Trabalhou com fotojornalismo em passagens pela Folha de Pernambuco e pelo Jornal do Commercio. Foi finalista do Prêmio Esso de Jornalismo de 2014 e desenvolve trabalho autoral de mobgrafia, fotografia com celular, desde 2012, sendo vencedora por dois anos consecutivos do Mobgraphia(SP), nas categorias Street e Artes Plásticas, em 2015 e 2016, respectivamente. Dos projetos, nasceram as exposições “Paisagens oníricas”, em 2013, com curadoria da Simonetta Persichetti, e “Princípios afins”, em 2018, onde apresentou o ensaio que produziu por 8 anos: o “é cedo!” e teve a curadoria de Maria do Carmo Nino. Entre as publicações, destaque para as edições do Melhor do Fotojornalismo Brasileiro, nos anos 2010, 2011, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019. Atualmente é fotógrafa oficial do governador de Pernambuco.

Skip to content