Apresentação

Presença é um projeto que abriga encontros entre temas, tempos e territórios, com o objetivo de dar visibilidade, difundir e democratizar o acesso a conteúdos produzidos por fotógrafas e mulheres da imagem no Brasil.

As mulheres sempre fizeram parte da ampla cadeia produtiva do fazer e pensar fotografia, mas não, necessariamente, foram reconhecidas ou citadas em cada época. É urgente preencher lacunas de tempo e espaço e não permitir apagamentos.

O recorte, aqui apresentado, faz parte de uma pesquisa continuada que busca conhecer e divulgar trabalhos e atuações de fotógrafas, interligando-os em uma nova linha do tempo, com o intuito de contribuir para o rompimento de sistemas que se repetem e se estabelecem com base em uma lógica na qual as mulheres não são vistas e, portanto, não podem ser acessadas.

A narrativa foi concebida por meio de conexões imagéticas, independente da geração e da região de cada uma das autoras, percorrendo, assim, produções dos anos 1940 até os dias de hoje. Elementos constituídos por formas, cores fortes ou contrastes, em preto e branco, criam um diálogo estético que chama a atenção para um ponto comum: uma fotografia humanizada.

É possível perceber vozes e corpos que lutam por igualdade de gênero e existência; que buscam lugares de oportunidades, sem distinção de cor, raça ou origem; que retratam manifestações culturais e religiosas, denúncias sociais, crimes ambientais, defesa dos povos originários, direitos à educação, saúde, maternidade, sexualidade e autorrepresentação, entre outras temáticas e debates que promovem mudanças por um mundo melhor e mais justo.

Compartilho essa edição com o desejo de estimular a criação de espelhos diversos e ambientes de afeto, a fim de fortalecer a produção de histórias com ponto de vista e inspirar mais e mais mulheres a serem livres e plenas.

As mulheres fotógrafas colocam-se nos lugares, eu vejo e sinto pelos olhos de cada uma delas.

 

Mônica Maia
curadora